Como vender em tempos de Coronavírus?

Como vender em tempos de Coronavírus? – Essa tem sido uma das maiores dificuldades que as empresas vem enfrentando desde meados de março, e neste post viemos trazer algumas das possíveis soluções que você poderá adotar em seu negócio.

Em alguns casos infelizmente não conseguiremos ajudar, pois decretos estaduais ou municipais estão impedindo que continuem operando, porém na maioria das situações será possível continuar vendendo, continue lendo para saber qual estratégia se adequara melhor para a sua empresa:

Se você possui uma loja física que foi impedida de continuar operando, como é o caso de quem trabalha com vestuário, eletrônicos e outras categorias que não são consideradas básicas, não se preocupe, algumas estratégias podem ser aplicadas em seu negócio.

Faça Delivery em sua cidade

Faça Delivery

Use as redes sociais da sua marca para divulgar que continua atendendo os clientes por delivery, poste fotos variadas dos produtos que estão disponíveis, e sempre destaque essa informação.

No contato um a um com o seu cliente através das redes sociais sempre ofereça essa opção de entrega em casa.

Faça campanhas no Facebook Ads apenas para a sua cidade, e destaque nos anúncios que o cliente pode fazer o pedido pela rede social e receber em casa.

Caso você já tenha uma loja virtual Irroba, é possível configurar uma opção de entrega através de Motoboy para operar o seu delivery.

Crie um Whatsapp de atendimento

Crie um Whatsapp de atendimento

Atualmente ligar para alguém já pode ser considerado como uma barreira de entrada, se a sua empresa ainda não possui um Whatsapp de atendimento ela está deixando dinheiro na mesa.

Através do aplicativo você tem a possibilidade de mandar fotos, criar um catalogo de produtos, cadastrar seu endereço comercial, postar fotos nos destaques, enviar vídeos e áudios, criar listas de transmissão, grupos e tudo isso com apenas poucos cliques, precisamos te dar ainda mais motivos para criar um agora mesmo?

Lembre-se, quanto menor o esforço que o cliente tiver que fazer para comprar, mais vendas você realizará.

Somente tome cuidado com a frequência de envio de mensagens para os seus clientes, o excesso pode ser considerado como spam, e além de incomodar, a sua conta pode ser bloqueada.

Crie uma loja virtual

Abra uma loja virtual

Esta consideramos que é a melhor solução para o seu negócio, e não falamos isso apenas por sermos uma plataforma de e-commerce, mas sim porque é a solução mais completa e eficiente, abaixo vamos destacar cada ponto:

Através de uma loja virtual é possível vender os seus produtos apenas em sua cidade, ou a nível nacional, cabe somente à você decidir de que forma irá trabalhar, mas já que é possível escalar as suas vendas por todo o Brasil, porque não vender?

Através de um e-commerce você consegue mensurar praticamente tudo o que acontece com o site, diferentemente de negócios físicos em que a obtenção desses dados se torna mais complexa de ser executada.

Quais são as principais informações que podem ser metrificadas?

  • Quantidade de visitantes (por hora, diário, semanal, mensal, anual);
  • Quais páginas e produtos visitaram;
  • Qual a origem de tráfego (Google, Instagram, E-mail e etc);
  • Quantos usuários adicionaram produtos ao carrinho;
  • O que pesquisaram dentro do site;
  • Dados demográficos: localização, idade, sexo, estimativa de renda;
  • Qual canal de tráfego mais gera vendas;
  • Quantas páginas os visitantes navegaram até fazer a compra;
  • Histórico de compras do cliente;

Esses são apenas alguns exemplos de relatórios disponíveis, existem mais uma infinidade de dados que podem ser acompanhados pela gestão.

Aposte no remarketing

Para quem nunca ouviu falar sobre esse termo, o remarketing é uma técnica que consiste em impactar pessoas que já interagiram com o seu site, ou com a sua página, em uma segunda tentativa de fazer uma pessoa comprar.

Já reparou que quando você está navegando por um e-commerce em busca de um produto, mas decide não comprar ele na hora, e logo em seguida, em todos os sites e redes sociais em que navega aquele mesmo produto fica te “perseguindo” até te convencer a comprá-lo? Pois bem, isso é remarketing.

Nas mídias digitais como o Google Ads e Facebook Ads é possível reimpactar as pessoas que visitaram o seu site, e recomendamos muito que faça isso, afinal há um estudo do Google que aponta que apenas 3% das pessoas compram o produto na primeira visita.

Públicos semelhantes

Outra vantagem que lojas virtuais oferecem ao seu negócio é a de impactar públicos semelhantes a quem visitou o seu site, interagiu com as suas redes sociais, e melhor ainda, para quem comprou os seus produtos.

Mas como assim? O que são esses públicos semelhantes?

O algorítimo do Facebook Ads consegue identificar quais são as características que as pessoas que interagem com você possuem, e com base nesses dados ele irá buscar novas pessoas com características semelhantes ao seu público para que sejam exibidos anúncios.

Essa possibilidade de encontrar pessoas semelhantes a quem compra da sua loja é uma das melhores opções para vender na internet, e ainda reduzir o custo de aquisição de clientes.

15 estratégias para vender mais

Além das dicas acima, preparamos uma lista de estratégias que podem ser aplicadas no seu negócio para criar promoções mais chamativas:

1 – Entrega grátis para quem compra acima de X reais;

2 – Combos de produtos;

3 – Produto pequeno, médio e grande – Semelhante as pipocas de cinema, eleve o preço dos produtos de tamanho pequeno e médio para fazer parecer que o grande é muito mais vantajoso;

4 – Descontos progressivos;

5 – Brindes para quem comprar um determinado produto;

6 – Brindes para quem comprar acima de X reais;

7 – Pague mais X reais e leve y – Um exemplo é a cobertura em dobro do sorvete por mais 2 reais;

8 – Ofereça pontos de fidelidade;

9 – Entregue seus produtos com um folder promocional que vai dar descontos para a próxima compra;

10 – Venda produtos de upgrade – Você pode vender uma câmera fotográfica, e o upgrade dela serão outros tipos de lentes;

11 – Produtos de consolo – se o seu ticket médio é alto, tenha produtos mais baratos para servirem de “consolo” para quem não consegue comprar o produto mais caro;

12 – Promoção da semana – pode ser desconto, um brinde comprando um determinado produto, frete grátis para determinado produto e etc;

13 – Produtos de edição limitada;

14 – Faça eventos na loja – como por exemplo: semana do frete grátis, ou semana do sapatênis, com o objetivo de chamar a atenção das pessoas, e de dar algum benefício a quem comprar no evento;

15 – Descontos de aniversário;

Mesmo com todas essas estratégias, em alguns negócios ainda pode ser difícil de vender, principalmente para mercados de produtos mais supérfluos, como são o de vestuário e calçados, inclusive esses foram os mercados que tiveram maiores impactos logo no inicio da crise, porém a tendência é de se recuperarem rápido após esse período mais sufocante.

Esperamos muito ter lhe ajudado, caso queira falar diretamente com um de nossos consultores é só acessar: irroba.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *